Notícias

"A Arte Armorial Popular Brasileira está na rua, à disposição dos inimigos para os ataques e dos amigos para os incentivos e os elogios.", escreveu Ariano Suassuna no documento em que conceituou a Arte Armorial.

Nascido na década de 70, o Movimento Armorial surgiu com o objetivo de valorizar as artes populares nordestinas e sua ancestralidade ibérica. Idealizada por Ariano Suassuna, a manifestação ganhou força e foi grande inspiração em diversas expressões artísticas, como literatura, música, dança, teatro, artes plásticas, arquitetura, cinema, entre outras linguagens. O movimento 100% brasileiro e nordestino mostrou a força da nossa arte, buscando as perspectivas do sertão e apresentando a riqueza dos nossos valores culturais e artísticos.

Aqui você pode conhecer o documento em que Ariano apresentou o conceito de arte armorial, publicado no programa do concerto da Orquestra Armorial de Câmara, do Conservatório Pernambucano de Música, pela celebração dos "Três séculos de música nordestina: do Barroco ao Armorial", em outubro de 1970. A nota manuscrita é de Afonso Arinos, que assistiu ao concerto de estreia.


Confira em vídeo a homenagem feita pela 21ª Fenearte:

Todos direitos reservados © Fenearte • Termos de usoPolítica de privacidade • Produzido por DNAnet