Notícias

Maior feira de artesanato da América Latina volta a ser realizada e, em dez dias, contou com um público de cerca de 180 mil pessoas no Centro de Convenções para conferir o melhor do artesanato pernambucano, do Brasil e do mundo.



A 21ª edição da Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte) encerrou-se neste domingo, (19/12), no Centro de Convenções de Pernambuco. Ao todo, cerca de 180 mil pessoas passaram pela Feira em seus dez dias de realização. "O público que visitou a Fenearte atendeu às nossas expectativas. A Feira tem a dimensão de impulsionar e movimentar o artesanato e demais expressões da economia criativa do estado. Realizamos uma feira segura que seguiu decreto do Governo do Estado, além de protocolo especial feito pela Secretaria Estadual de Saúde”, explicou o presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe), Roberto Abreu e Lima.

Depois de uma pausa em 2020, o público voltou a percorrer os 21 corredores da maior feira de artesanato da América Latina e pode conferir uma grande homenagem ao Movimento Armorial. Com o tema "É Festa no Reino da Arte”, o evento foi palco para a demonstração mais genuína das nossas riquezas culturais. Arte, decoração, gastronomia, cultura popular, moda e música apresentaram a diversidade de estilos e tradições de todos os estados brasileiros e de 21 países.

Com dez dias de evento, a maior feira de artesanato da América Latina recebeu mais de cinco mil expositores que ocuparam cerca de 700 espaços, numa área de 30 mil m². Com investimentos de R$ 7 milhões e geração de cerca de 2,5 mil vagas de empregos temporários, a Fenearte​ movimentou próximo de R$ 38 milhões ao longo da feira. Sem contar com a dinâmica econômica gerada através da feira que repercute além do seu período de realização.


"É uma enorme satisfação. Estou muito feliz. Logo nos três primeiros dias vendemos metade das peças. E agora, na reta final, vendemos tudo. Isso, para uma feira atípica, representa muito para a gente.", frisou Mestre Evilásio Leão, filho do Mestre Baé.

O artesanato, a principal estrela da Feira, dividiu espaço com uma programação diversificada que contou com Salão de Arte Popular Ana Holanda, Salão de Arte Popular Religiosa, Galeria de Reciclados, Espaço Janete Costa, Alameda dos Mestres, Passarela Fenearte, Boteco de Cervejas Artesanais da Associação Pernambucana de Cervejarias Artesanais (Apecerva), Exposição Fotográfica "O Caminho do Artesanato de Pernambuco” de Fred Jordão, Projeto Pizza Maker Down, Escolinha de Arte do Recife, Cozinha Fenearte, nova praça de alimentação e oficinas gratuitas.


PLATAFORMA FENEARTE
- Um grande marco desta edição foi o lançamento da Plataforma Fenearte (www.fenearte.pe.gov.br). O portal tem como proposta tornar a feira "disponível” durante os demais dias do ano. A Plataforma abriga informações gerais do evento, mapa, detalhamento dos Mestres e outros expositores, fotos, notícias, vídeos, tutoriais, palestras de conteúdos culturais e uma grande vitrine com Mestres e artesãos da Alameda dos Mestres e setor Individual Pernambuco.

"A partir de agora temos a memória da feira com o conteúdo cultural, com o registro dos artesanato pernambucano que participaram desta edição. A plataforma nasce da vontade de universalizar a imersão cultural da feira e todo conteúdo se transforma em acervo, perpetuando a transmissão de saberes”, detalha a coordenadora da feira, Márcia Souto. "Além disso, é possível conferir informações sobre a edição seguinte e efetivar a inscrição para participação no evento”, finaliza.

RODADA DE NEGÓCIOS - A Rodada de Negócios realizada pelo Sebrae em Pernambuco gerou cerca de R$ 5 milhões, entre negócios diretos e previstos para os próximos 12 meses. O número é maior que a expectativa inicial de R$ 2 milhões. O montante é resultado de 126 encontros efetuados entre 20 empresas compradoras e 106 artesãos. Um relatório final será divulgado pelo órgão nesta segunda-feira (20/12).

DIVERSÃO E APRENDIZADO - A intensa programação da feira reforçou o papel da Fenearte como um agente impulsionador da preservação do patrimônio cultural.

Pela primeira vez, o evento teve sua história contada em um livro. Fenearte: Duas décadas da maior feira de artesanato da América Latina, escrito pela jornalista Silvia Bessa, é o resultado de um trabalho de valorização cultural feito pela Feira. O livro foi uma parceria com a Editora de Pernambuco – Cepe.

A Praça de Alimentação foi outra grande novidade. Totalmente repaginada, Inaugurando um espaço mais dinâmico e humanizado, acolheu um novo projeto: a Cozinha Fenearte. Ao total, foram 16 aulas de gastronomia ministradas por diversos chefs pernambucanos.
Além disso, a maior Feira de Artesanato da América Latina contou com mais de 50 apresentações culturais em uma grade montada pela Fundarpe.

Na Passarela Fenearte, foram 15 desfiles, em oito dias, com sete turmas de cursos de moda do Estado. A programação contou ainda com 10 oficinas temáticas diárias que totalizaram 138 aulas e mais de mil alunos.


PROTOCOLO SANITÁRIO//
Para garantir a segurança e a saúde dos expositores, visitantes e da organização, a Fenearte seguiu um protocolo específico determinado pelo Governo de Pernambuco por meio de sua Secretaria de Saúde, além das regras de convivência já pré-estabelecidas pelo Comitê Estadual de Enfrentamento à Covid-19. O acesso ao evento aconteceu mediante apresentação do esquema vacinal completo. O uso da máscara foi obrigatório a todos que acessaram o evento. No ponto de vacinação itinerante localizado na área externa, foram aplicadas 1.882 vacinas.

ACESSIBILIDADE//
Este ano as ações de acessibilidade e inclusão de pessoas com deficiência foram ampliadas na Fenearte. Ao todo, mais de 600 pessoas utilizaram os serviços que incluíram visitas guiadas gratuitas com audiodescrição para pessoas com deficiência visual, com deficiência sensorial ou com distúrbios de atenção. Também aconteceram visitas guiadas com intérpretes de Libras para pessoas com deficiência auditiva todos os dias da Feira.

PRÊMIO ACLAMAÇÃO –
Três peças foram escolhidas pelo público, através de voto eletrônico para o Prêmio Aclamação, e foram eles:

Salão de Arte Popular Ana Holanda:
"O Mamulengueiro - O Arte não Apaga" de Edvaldo Manoel Nunes com 837 votos.

Religioso:
"Nossa Senhora Protetora das Louceiras" com autoria de Cleonica Otilia da Silva que obteve 690 votos.

Galeria de Reciclados:
"Cavalgando" do artista Antônio Carlos Laurentino com 3.484 votos.

INSCRIÇÕES ABERTAS//
Em 2022, a Fenearte volta a ser realizada no mês de julho e, já no primeiro dia de realização da feira, as inscrições foram abertas para a próxima edição. Para acessar o manual com instruções e efetivar a inscrição é necessário acessar o www.fenearte.pe.gov.br. As inscrições acontecem até às 23h59, do dia 20 de janeiro de 2022.

REALIZAÇÃO E PATROCÍNIO//
A Fenearte é uma realização do Governo do Estado por meio da Agência de Desenvolvimento de Pernambuco (Adepe) / Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDEC); da Empresa Pernambucana de Turismo (Empetur) / Secretaria Estadual de Turismo; da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) e Secretaria Estadual de Cultura. Patrocinadores: SUAPE, SADA, Jeep, BNB, Bradesco e Copergás. Apoio: Recife Convention&Visitors Bureau (RCVB), Rede Globo, Shopping Tacaruna, CEPE, Grande Recife, Sebrae, CIPEC, AGE, Coca-Cola, Shopping RioMar, Programa do Artesanato Brasileiro, Conselho de Arquitetura e Urbanismo.

GRANDES NÚMEROS//

  • 10 dias de feira

  • 5 mil expositores

  • 21 ruas

  • 700 espaços, cerca de 80% da feira ocupada por pernambucanos

  • 25 estados, Distrito Federal e 21 países

  • 180 mil pessoas circularam pelo Centro de Convenções

  • R$ 38 milhões em movimentações financeiras

  • R$ 7 milhões em investimentos

  • 2,5 mil empregos diretos e indiretos

  • R$ 5 milhões na Rodada de Negócios do Sebrae

  • 50 apresentações culturais

  • 14 aulas de gastronomia no Cozinha Fenearte

  • 15 desfiles e sete turmas de cursos de moda do estado

  • 138 aulas nas oficinas com mais de mil participantes

  • 1.882 doses de vacinas aplicadas. Entre elas estão a primeira, a segunda e a dose de reforço.


Todos direitos reservados © Fenearte • Termos de usoPolítica de privacidade • Produzido por DNAnet