Aproveite uma programação de arte, cultura, design e gastronomia!

De 26/06 a 28/07 de 2024

Acompanhe a agenda de atividades e ações que está em atualização 😉

Imersões

Imersão em Museus, Galerias e Ateliês do Recife Antigo

O Circuito Fenearte continua a programação: neste sábado 13/07 faremos uma Imersão nos Museus, Galerias e Ateliês do Recife Antigo. Quer carona com a gente?

📍 Nosso tour será realizado caminhando, às 13h nos encontraremos na Praça do Arsenal da Marinha, em frente ao Maltado “As Galerias”, no Bairro do Recife.

📍 O roteiro começa com visita a galeria @galeria180arts, que está com duas exposições, que são: “Arte do Povo” e “Meu País Pernambuco”

📍 Na sequência, faremos uma visita ao museu @muafrope, com a exposição: “Um homem com calo nas mãos precisa de identidade”

📍 Continuaremos nossa rota e seguiremos ao ateliê do artista @marcelosilveiraarte, que tem um belissímo trabalho desenvolvido em madeira, que desafia e tensiona as definições consolidadas de escultura, instalação e colecionismo.

📍Na sequência visitaremos a exposição DA RUA, CORRENTEZAS: um novo olhar sobre ancestralidade e afrobrasilidade”, de Guto Oca, na @arte_plural_galeria.

📍Nossa imersão se encerrará no @coletivoraizpe, que está com a exposição coletiva: “Identidades” da RAIZ, contando com obras de 29 artistas colaboradores do espaço.

👉 O Circuito Fenearte é uma programação de atividades e ações que acontecem fora da feira, em diálogo com centros de cultura e de economiay criativa, museus e galerias, ateliês e restaurantes.
👉 O trasporte e acesso aos museus e galerias serão gratuitos.
👉 Menos de16 anos deverão estar acompanhados por um adulto responsável.

Iscrições no link abaixo, até sexta 12/07 às 17 horas, ou ponto saída, na Praça do Arsenal da Marinha, às 13 horas.

https://bit.ly/3Yj89EL

O Circuito Fenearte continua a programação: nesta sexta 19/07 faremos uma Imersão em Caruaru. Quer carona com a gente?

📍 Nos encontraremos às 8:00h na Praça do Arsenal da Marinha (Bairro do Recife) e sairemos, de ônibus, para Caruaru às 8:30h.

📍 10h30 – O roteiro começa com uma visita à Feira de Caruaru, onde poderemos conhecer os boxes mais representativos da Feira, e o trabalho de artesãos e artistas locais.

📍 12h30 -14h – Teremos uma pausa para o almoço na Casa Rosa ou Alto do Moura.

📍14h30 – 16h30 – Após a parada do almoço, visitaremos os principais ateliês de mestres artesãos do Alto do Moura, onde veremos a diversidade de estilos do artesanato em cerâmica deste local que é considerado um dos principais centros de artes figurativas das Américas.

📍17h Retornaremos à Recife, com paradas nas praças do Derby do Praça do Arsenal da Marinha, onde encerraremos nosso encontro.

O Circuito Fenearte é uma programação de atividades e ações que acontecem fora da feira, em diálogo com centros de cultura e de economia criativa, museus e galerias, ateliês e restaurantes.

👉 O transporte e o acesso aos espaços serão gratuitos. O participante arcará com suas despesas com alimentação, bebidas e compras na feira e nos ateliês.

👉 Menores de 16 anos deverão estar acompanhados por um adulto responsável.

👉Inscrições: em breve disponibilizaremos o link

SÁB 20/07 – IMERSÃO EM MUSEUS E ATELIÊS DE SANTO ANTÔNIO (RECIFE)

O Circuito Fenearte continua com programação: neste sábado 20/07 faremos uma Imersão em Museus, Ateliês e espaços de Memória do bairro de Santo Antonio, no Centro do Recife. Vem com a gente! Esta rota será conduzida caminhando.

📍 Nos encontraremos às 9h45 na Rua da Aurora, defronte ao MAMAM-Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães;

📍 10h às 10h40 – O roteiro inicia com a visita às exposições de “Transcendências” do artista paraense Osvaldo Gaia e “Silêncio Retumbante”, do artista pernambucano Izidório Cavalcanti.

📍 11h-12h – Visita aos ateliês abertos do Espaço Criadouro (Edf Douro), na Rua Ulhôa Cintra. Espaço criativo que congrega artistas e empreendedores criativos de diferentes linguagens (Fotografia, Música, Produção Musical, Capoeira, Teatro, Design de Serviços, acessórios, bijous, Aromas, Arte Contemporânea, Arte Urbana, Podcast, Tatoo, Yoga.

📍12h30h – Visita ao Sétimo Atelier Coletivo, no Edf Pernambuco, Av Dantas Barreto, 324, onde os artistas Barbara Collier, Enoque dos Santos, Fernando Remidio, Karina Veloso, Matheus Tenessi e Xinga Xow desenvolvem suas criações artísticas.

📍13h Seguiremos ainda na Av. Dantas Barreto para o Pátio de São Pedro, um oásis no Centro do Recife, onde estão os restaurantes São Pedro e O Buraquinho, onde sugerimos almoçar, e cercado por espaços de Memória como: Casa do Carnaval; Memorial Chico Sciense; Memorial Luiz Gonzaga; Museu de Arte Popular; Núcleo Afro e Centro de Design do Recife, que tem exposições interessantes a serem degustadas no turno da tarde. No Pátio também temos a belíssima igreja de São Pedro dos Clérigos. É frequente haver atrações culturais nos finais de semana do Pátio de São Pedro. Ficando a sugestão pra curtir o pátio até o entardecer.

👉 O acesso aos espaços será gratuito. O participante arcará com suas despesas com alimentação, bebidas e compras nos ateliês.

👉 Menores de 16 anos deverão estar acompanhados por um adulto responsável.

👉 Inscrições: em breve disponibilizaremos o link

Transporte de ida e volta pelo Circuito Fenearte 

Estão previstas três exposições e um  evento gastronômico no Centro Cultural Mercado Eufrásio Barbosa, uma mostra na Casa Criatura (à tarde, das das 14h às 18h) e mostras na Casa Estação da Luz (à tarde). Além da programação do Centro Cultural Mercado Eufrásio Barbosa, sugerimos almoçar ou jantar em um dos restaurantes recomendados como a Casa Ibérica, Barrio, Lalatesh ou Oficina do Sabor, visitar a expo de mobiliário reciclável produzida no laboratório Casa Criatura e ver as exposições sobre Alceu Valença, sobre os 50 anos do Vivencial Diversiones e sobre Terezinha do Acordeón na Casa Estação da Luz. 

Segue o trajeto: 

10h – Saída da Praça do Arsenal, bairro do Recife ao Centro Cultural Mercado Eufrásio Barbosa 

Transporte apenas de ida pelo Circuito Fenearte 

Neste dia, acontece o rito de encerramento da exposição “CapiDançaBarinéNois”, com o artista Ernesto Neto e integrantes do Maracatu Real da Várzea, na Oficina Francisco Brennand, às 15h. Local: Espaço Estádio da Oficina Francisco Brennand. Em outras salas da OFB haverá também exposições do acervo do artista patrono da casa, Francisco Brennand, e de interação com este acervo em mostra com jovens artistas contemporâneos. No IRB – Instituto Ricardo Brennand estará acontecendo a mostra do acervo de Frans Post e uma sala especial com experiência imersiva com esta obra. 

 

Segue o trajeto: 

13h – Saída Praça do Arsenal; 

14h – IRB – Instituto Ricardo Brennand; 

14h30  – OFB – Oficina Francisco Brennand; 

17h – Saída da OFB em direção ao IRB; 

17h30 – Retorno pra Praça do Arsenal da Marinha.

Domingo (30/06)
Haverá transporte saindo da Praça do Arsenal da Marinha, às 8h, com previsão de saída para retorno ao Recife às 15h30, após almoço na cidade
Acesso livre e gratuito

O Circuito Fenearte oferece uma imersão na cidade de Tracunhaém, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, onde serão visitados ateliês de cerâmica da cidade, que estarão em pleno aquecimento pro início da Fenearte.

Ateliês a serem visitados:

Ateliê Utilitário e Decorativo
@ana8960cristina
(81) 99391-2789
Av. José Alfredo Vaz de Oliveira

Bonecos de Pilão
@bonecosdepilao
(81) 99188-9128 — Marcos Torres/Ricardo Francisco
Av. Desembargador Carlos Vaz, 72, Centro

Centro de Artesanato de Tracunhaém
@centro_de_arte_tracunhaem
Prala Costa Azevedo, S/N, Centro

Edson Batista e Dheny Santos
@oficialedsonbatista | @dheny_santos.ceramista
(81) 992388214 | (81) 994796246
Av. José Alfredo Vaz de Oliveira, 60, Centro

Família Mestre Zezinho
@angeladezezinho (81) 99515-1253
@mestrezezinho.filho (81) 99330-7451
@nildozezinho (81) 99307-8054
@mestrezezinhoneto
@dinhodezezinho (81) 99164-2572
Av. Desembargados Carlos Vaz, 110, Centro

Família Nuca
@familia_nuca
(81) 99308-7489 — Lé de Nuca
(81) 99233-2203 — Vinícius de Nuca
(81) 99216-6790 — Dé de Nuca
(81) (81) 99555-3246 — Denys de Nuca
Rua Padre João Ribeiro, 38, Centro

Ivanildo dos Bocejos
@ivanildodosbocejos
(81) 98733-6851
Av. José Alfredo Vaz de Oliveira, 130, Centro

Leny’s Arte em Barro
@lenys_artes_em_barro
(81) 99304-4627 — Regilene Tibúrcio
(81) 99788-4218 — Grecylene Mascarenhas da Rocha
Av. Desembargador Carlos Vaz, 91, Centro

Mana Arte Cerâmica
@ateliemanaarteceramica
(81) 98914-8745 / 99202-5183
Praça Costa Azevedo, S/N

Mestre Mano de Baé
@manodebaeceramista
(81) 998707401
Rua 04, 101, Loteamento Teto do Povo

Mestre Ivo Diodato
@ivodiodato
(81) 99428-2379
Av. Desembargador Carlos Vaz, 118, Centro

Mestre Zuza
@mestrezuza
(81) 99302-1753
Av. Desembargador Carlos Vaz, 154, Centro

Oca Tauá
@oca_taua
(81) 99470-7898 — Linda Gouveia
(81) 98958-2325 — Luiz Gouveia

Régis Dantas
@regisdantas_oficial
(81) 99961-2366
Rua 7 de setembro, 255, Centro

Recife

Terminal Marítimo de Passageiros do Porto do Recife
26/06 a 30/06
De quarta a sábado, das 14h às 21h; domingo, das 14h às 19h
Ingressos: R$ 15 (entrada inteira) e R$ 7,50 (meia), pela plataforma Sympla

A ART PE – Feira de Arte Contemporânea de Pernambuco chega à sua 3ª edição como um dos principais eventos de artes visuais do Brasil. A feira reunirá, de 26 a 30 de junho de 2024, no Terminal Marítimo de Passageiros do Porto do Recife, 30 galerias de arte, instituições públicas e privadas, além de lojas de museus. Na programação, ainda, conversas voltadas ao mercado de arte.

Durante os cinco dias de evento, é esperado um público de 14 mil pessoas, 20% a mais do que foi registrado em 2023. Do total de galerias participantes, são 20 do Nordeste, e as demais, do Pará, Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina e Portugal. Neste ano, a feira conta com patrocínio da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco – ADEPE.

Iron House (Rua João Francisco Lisboa, 385 – Várzea, Recife)
Dia 28/06, às 10h
Haverá transporte saindo da Praça do Arsenal da Marinha, às 9h
Em cartaz até o dia 28/07, com visitação das 14h às 21h
Acesso livre e gratuito

Mostra expõe seis esculturas de Abelardo da Hora (1924-2014), marcando o início das comemorações do centenário de nascimento do artista. Ação da ART PE, assinada pela Galeria Boi, com curadoria de Carlos Mélo, acontece na Iron House (casa de ferro, em inglês), estrutura projetada na Bélgica e trazida para o Engenho São João, em 1892, no período áureo da economia pernambucana.

Livraria do Jardim (Av. Manoel Borba, 292 – Boa Vista)
Dia 29/06, a partir das 10h

Parceria entre a Livraria do Jardim/Espaço Plural, o Circuito Fenearte e artistas com ateliês no bairro da Boa Vista, adensados entre as ruas de Santa Cruz, da Glória, Visconde de Goiana e Marques Amorim, será realizado o lançamento da Rota Ateliês da Boa Vista. Começa com um bate-papo com os artistas, das 10h às 11h, seguido por visitas a ateliês próximos à livraria.

No fim, fica a sugestão de almoçar no bairro, no Celeste Café, localizado dentro da livraria; no Tempero da Rosa, no Hotel Central, ou no Mercado da Boa Vista, em boxes como Bar do Vizinho (02) e Eddys Bar e Comedoria (22/23).

Após o lançamento, os ateliês dos artistas receberão visitas sob agendamento:

Atelier Ana Veloso
@anavelosoarte
(81) 99974-3758
Rua Visconde de Goiana, 107, Boa Vista, Recife

Atelier Francisco Neves
(81) 99157-0884
Rua Visconde de Goiana, 96, Boa Vista, Recife

Ateliê Mont’Elberto
Alex Mont’Elberto @alexmontelberto  (designer e escultor) e Rafael Mont’Elberto @desenhosderafael (artista visual)
(81) 99267-1204, Rafael; (81) 99282-0507, Alex
Rua Visconde de Goiana, 191, Boa Vista

Brivaldo Campêlo
@brivaldocampelo
(81) 99184-4515
Rua Marques Amorim, 288, Boa Vista

Escola de Arte Saraiva
Yuri Saraiva
(81) 98779-9862
Rua da Santa Cruz, 198, Boa Vista, Recife
Visitação: quarta a sábado, de 9h às 17h

Espaço Multicultural Anchiêta @anchietavq
(81) 99952-5626
Rua Visconde de Goiana, 157, Boa Vista, Recife

Ricardo Ribeiro
@cinetecnia
(81) 98829-3235
Rua Visconde de Goiana, 319, Boa Vista, Recife – PE. CEP 50070-405

Artistas visuais que têm ateliês na Boa Vista, com visitas possíveis sob agendamento em julho/2024:

Fábio Rafael @fabiorafael_1976
Giu Calife @giucalife | (81) 99905-4957
Paulo Bruscky
@paulobruscky | (81) 99159-8264
Rinaldo Silva @rinaldoarte | (81) 98970-9850
Zé Paulo @zepa.arte | (81) 99974-0244

Rua Jorge Tasso Neto, s/n, Apipucos
Dia 30/06, das 10h às 15h, com visitação a cada hora
Ingressos: R$ 15 (entrada inteira) e R$ 7,50 (meia)

A Fundação Gilberto Freyre abre as portas neste domingo, dia 30 de junho, para mais uma ação Domingo Aberto, com atividades gratuitas para crianças, a partir das 9h30, e visitação mediada à Casa-museu Magdalena e Gilberto Freyre, que estreará um tema especial para o Circuito Fenearte: “Mãos que Criam: Arte Popular em Perspectiva”. Até o final de julho, as visitas à casa-museu darão ênfase às peças de arte popular da coleção do escritor – há, entre elas, obras de mestres como Manuel Eudócio, Zé Caboclo e Zezinho, todos já falecidos.

Rua da Moeda, 71 – Bairro do Recife
até 20/08 

Quarta a domingo, das 10h às 17h 

Acesso livre e gratuito

@coletivoraizpe  

Mostra de recorte da Arte Contemporânea produzida em Pernambuco por 29 artistas residentes no estado. 

Arte Plural Galeria (Rua da Moeda, 140 – Bairro do Recife) 

Até 27/07 

Segunda a sexta-feira, das 9h às 18h; sábados, das 14h às 18h. 

Acesso livre e gratuito 

@arte_plural_galeria 

 

Exposição com obras assinadas pelo artista visual Guto Oca na Arte Plural Galeria (APG), que explora a presença de sua afrobrasilidade. Com curadoria da pesquisadora Joana D’Arc Lima, é a primeira mostra individual do artista em Pernambuco e conta com mais de 40 obras, sendo a maioria inédita. Pedagogo de formação, professor de arte, o artista nasceu em São Paulo e reside em João Pessoa desde 2011, se denominando um multimídia. Por ser daltônico, enxerga o universo de forma diferente e, assim, une pintura, desenho e fotografia. 

Edf. Alvea (Rua Mariz e Barros, 328 – Bairro do Recife) 

Até 25/07 

Quarta a domingo, das 13h às 17h 

Via ingresso – confira a programação 

@muafro 

Com atividades do Circuito Fenearte que vão até o dia 25 de julho, o museu abriga exposições, palestras e workshops, como a sala-museu com a exposição permanente de máscaras e esculturas pertencentes ao acervo do artista afro-baiano Otavio Bahia. Além disso, a Sala Naná Vasconcelos conta com uma mostra de fotografias de Natália Martins, que registrou momentos da oficina “Corpo e percussão” realizada no espaço pelo percussionista pernambucano Naná Vasconcelos, em 2015. 

 

Confira a programação de atividades: 

Exposições permanentes:  

Sala Museu – “Um homem com calo nas mãos precisa de identidade” – Exposição permanente de máscaras e esculturas do acervo do artista afro-baiano Otavio Bahia. 

Ingressos: R$10 (entrada inteira) e R$ 5 (meia) 

Sala Naná Vasconcelos – Fotografias de Natália Martins 

Mostra com o registro fotográfico da oficina “corpo e percussão”, realizada no espaço pelo percussionista pernambucano Naná Vasconcelos, em 2015. 

Ingressos: R$10 (entrada inteira) e R$ 5 (meia) 

       

Palestras e workshops: 

04/07 (Quinta-feira) 

13h – Lançamento da base musical percussiva com DJ Dinho. 

Sala Museu  

Ingressos: R$10 (entrada inteira) e R$5(meia) 

18h – Palestra do designer baiano Rodrigo Lyra: O Figurado Afro-Brasileiro da Família Santos. De Portugal a Caruaru. 

Sala Naná Vasconcelos 

Acesso livre e gratuito  

01/07 a 05/07 (segunda a sexta-feira) 

Sala da Biodanza 

19h – Aulas de Biodanza – Danças Rítmicas 

Acesso livre e gratuito  

06/07 (Sábado) 

Das 14h às 17h – Workshop de Percussão Djembe e Dunun pelo grupo DanzÁfrica  

Sala Naná Vasconcelos 

Ingressos: R$10 (entrada inteira) e R$5 (meia). 

09/07 (Terça-feira) 

18h – Workshop “Práticas sonoras para expressão vocal” pelo Núcleo Práticas de Voz/Coral Afro-Brasil 

Sala Naná Vasconcelos 

Ingressos: R$10 (entrada inteira) e R$ 5 (meia)  

11/07 (Quinta-feira) 

19h – Oficina de Sensibilização Musical Corpos Percussivos com Jorge Martins 

Sala Naná Vasconcelos 

Ingressos: R$10 (entrada inteira) e R$ 5 (meia)  

 

25/07 (Quinta-feira)  

19h – Lançamento do livro “A água volta como memória” com a presença do autor Silvino Ferreira Jr. 

Sala Biodanza 

Acesso livre e Gratuito 

Praça do Arsenal, s/n - Bairro do Recife 

Até 01/09 

Terça a sexta, das 10h às 17h; domingos, das 14h às 18h 

Acesso livre e gratuito 

A Torre Malakoff abriga duas exposições participantes do Circuito Fenearte 2024. Tombada pelo Iphan, foi construída no período de 1853 a 1855 com materiais provenientes da demolição do Forte do Bom Jesus, para servir de observatório astronômico e portão monumental do Arsenal da Marinha.  Seu nome é uma homenagem apelidada pela população recifense à fortaleza russa, Torre Malakoff, que foi palco da Guerra da Criméia no século XIX. Em 2000, foi transformada em espaço cultural com destaque para a música, a fotografia e as artes visuais. São 8 (oito) salas de exposição, além de salas educativas e administrativas.  

 

Confira a programação durante o Circuito Fenearte: 

 

Até 14/07 – Exposição coletiva “Observa 1” 

Com as obras “Nada Acaba no Vazio” por Abiniel João; “O Que Eles Chamam de Amor” por Clara Nogueira; “Topologias de Feedback #2” por Henrique Correia; “O Fim é o Começo” por Ramon Vieitez 

 

Até 01/09 – Exposição fotográfica “A Festa do Fogo – Retrato de um Forró no Meu Sertão” por Ana Araújo 

Rua da Guia, 207 – 1° Andar – Bairro do Recife 

Segunda a sexta, das 10h30 às 18h; domingos, das 14h às 18h 

Acesso livre e gratuito 

@galeria180arts 

Confira a programação durante o Circuito Fenearte: 

 Exposição “Arte do Povo” 

Até 04/07 

Arte do Povo é uma mostra que conta a história de algumas cidades do interior do estado de Pernambuco. O visitante consegue conhecer a história dos Papangus de Bezerros, dos Caiporas de Pesqueiras, os Caretas de Triunfo, além de um painel interativo que conta de forma lúdica a origem do Xaxado. 

Exposição “Meu País Pernambuco” 

De 06/07 a 06/08 

Mostra itinerante que traz algumas músicas pernambucanas e toda sua memória afetiva. 

Espaço Criadouro (Rua Ulhôa Cintra, 122 – Santo Antônio) 

Dia 20/07, a partir das 9h 

Acesso livre e gratuito 

@espacocriadouro 

Ação integrada a outros atrativos do bairro de Santo Antônio que consiste numa visita guiada que inicia pelos ateliês do Edf. Douro/Espaço Criadouro, seguindo pelo Edifício Pernambuco (Sétimo Atelier Coletivo), MAMAM e finalizando com visita aos museus, memoriais e restaurantes do Pátio de São Pedro. Destacamos o Restaurante São Pedro e O Buraquinho. 

O espaço Criadouro é um ecossistema de empreendimentos criativos por fazedores de arte, cultura e artesanato pernambucano. Durante o período da Fenearte, acontecerão ações com os artistas ocupantes do edifício Douro, passeio pela produção fotográfica em laboratórios, além de acompanhamento de processos criativos nos espaços e venda de objetos artesanais de arte urbana. 

Concentração na Praça do Arsenal 

06/07 (sábado), às 9h 

Acesso livre e gratuito 

@galeriaterrabrasilis 

Em um tour por galerias do bairro de Boa Viagem, o público poderá experienciar várias exposições ao longo do trajeto. Para o grupo que quiser ficar no bairro, sugerimos almoçar em alguns dos restaurantes indicados pelo Circuito nos bairros do Pina e Boa Viagem.  

Segue o trajeto: 

9h – Concentração na Praça do Arsenal  

9h30- Saída para as Galerias de Boa Viagem; 

10-11h – Visita às mostras das galerias Amparo60/Número; 

11h-12h – Visita à Exposição Territórios do Pina de Max Motta na Christal Galeria; 

12h30 – Encerramento. 

Exposições da Rota de Galerias:  

Ferro Ifé: O Atlântico Negro de Diogum 

Amparo 60 (Rua Professor Eduardo Wanderley Filho, 187 – Boa Viagem) 

04/07 a 05/08 

Segunda a sexta, das 10h às 19h; sábados das 10h às 15h, com agendamento prévio 

Acesso livre e gratuito 

@amparosessenta 

Exposição do artista Diogum,  autodidata, cria esculturas em ferro, inspiradas em símbolos ancestrais. Aprendeu a manusear o metal com o pai, quando ainda era criança na sua serralharia. Seu trabalho reflete sua vivência com a capoeira, religiosidade e a cultura popular. O artista produz em seu ateliê em Olinda-PE e no bairro de Santo Antônio, em Salvador-BA. 

Exposição “Tudo é múltiplo” com obras do artista Paulo Bruscky 

Galeria Número (Rua Professor Eduardo Wanderley Filho, 187 – 2° andar – Boa Viagem) 

04/07 a 09/08 

Segunda a sexta, das 10h às 19h; Sábados, das 10 às 15h, com agendamento 

Acesso livre e gratuito 

A Número Galeria apresenta a exposição “Tudo é Múltiplo”, com obras do artista Paulo Bruscky, dentre elas cinco lançamentos. Em paralelo, temos a exposição “Minha Luz” do artista Renato Valle e uma exposição coletiva de boas vindas a novos artistas, apresentando assim a nova concepção expositiva da galeria de apresentar sempre exposições conectadas. 

Christal Galeria de Artes (Rua Estudante Jeremias Bastos, 266 – Pina) 

Até o final 31/07 

Segunda a sexta, das 10h às 19h; sábados, das 10h às 16h 

Acesso livre e gratuito 

A exposição é o resultado da segunda edição da residência artística promovida pela Christal, que ocorreu entre os meses de março e maio deste ano, com o objetivo de fortalecer e fomentar a produção de jovens artistas já representados pela galeria. Ao mesmo tempo, a iniciativa abre espaço para novas curadorias, como a de Eduarda Oliveira, que participou do processo sob a coordenação de Joana D´Arc Lima. Ao longo da residência, os artistas Max Motta e Whittney de Araújo mergulharam no cotidiano da comunidade, observando atentamente seus aspectos exteriores e interiores, gestos, olhares e modos de vida dos moradores. Cada artista apresenta uma maneira diferente de representar a realidade a partir de suas próprias abordagens investigativas e estilísticas. 

Largo do Varadouro, S/N – Varadouro, Olinda 

Até 26/09 

Terça a domingo, das 9h às 17h 

Acesso via ingressos para Espetáculos no Teatro Fernando Santa Cruz, os demais são de acesso livre e gratuito 

 

Confira a programação durante o Circuito Fenearte: 

 

Pinturas de Cristiano Lenhardt 

Hall de Entrada 

26/07 a 26/09 

Acesso livre e gratuito 

Artista do Rio Grande do Sul e radicado em Pernambuco, Cristiano prometem criar uma experiência visual e sensorial única para os visitantes da Fenearte e do Circuito Fenearte. As obras de Lenhardt trazem uma abordagem igualmente rica e diversificada em termos de materiais e conceitos, o que cria um diálogo interessante com o trabalho de Tavares da Gaita. As pinturas em grande dimensão de Lenhardt, feitas com terra e barro sobre tecido cru, montadas no teto do hall principal do CCMEB, apresentam uma geometria orgânica que parece ecoar no ambiente. A utilização de materiais orgânicos como terra e barro, juntamente com elementos industriais, sugere uma fusão entre o natural e o industrial, um tema que dialoga com as obras do Tavares da Gaita, que também incorporava elementos do cotidiano em suas criações.  

 

 

Instrumentos e desenhos de Tavares da Gaita  

Galerias 1 e 2 

26/07 a 26/09 

Acesso livre e gratuito 

Exposição nas galerias do Mestre Tavares da Gaita para o Circuito Fenearte 2024. Além de um músico talentoso, Tavares era um artesão e artista plástico, que criava seus próprios instrumentos, utilizando materiais do seu cotidiano. Natural de Taquaritinga do Norte, se ulitizava de raladores de flandres e matérias-primas com casca de coco para transformar objetos comuns em instrumentos extraordinários.  Para exposição, selecionamos uma série de ciquenta desenhos inéditos, coloridos e geométricos, que são uma espécie de partituras pictóricas, acrescentando outra camada de profundidade ao seu legado criativo. 

 

Exposição “Coalho, um queijo pernambucano” 

Hall de entrada 

10/07 a 28/07 

Acesso livre e gratuito 

Nesta exposição sob curadoria de Bruno Albertim e Lúcio Omena, o queijo de coalho se apresenta em suas dimensões materiais e simbólicas. O objeto, já dizia Lévi-Strauss, mais que sua utilidade, tem por função guardar a memória de seu tempo: prensas e formas rudimentares, utensílios contemporâneos, imagens de arquivo e do tempo corrente; além de peças importantes do artesanato e da arte popular mostram como, além da mesa, o queijo de coalho e sua cultura leiteira têm morada no imaginário pernambucano.  

 

IRB – Instituto Ricardo Brennand (Alameda Antônio Brennand, s/n, Várzea) 

Até 28/07 

Terça a domingo, 13h às 17h – última entrada às 16h30 

Ingressos: R$ 60 (entrada inteira) e R$ 25 (meia) na bilheteria da casa 

A exposição traz as obras do pintor holandês Frans Post, considerado o primeiro paisagista das Américas e o primeiro pintor da paisagem brasileira. De forma interativa, serão apresentadas as paisagens, fauna, flora e tipos retratados pelo artista. É o olhar do Novo Mundo sob o nosso continente. Essa experiência que o Instituto RB promove se torna mais significativa uma vez que o visitante poderá apreciar as obras originais e, em seguida, experimentá-las de forma viva e dinâmica. Uma oportunidade única de se sentir parte da obra de Post! 

Espaço Criadouro (Rua Ulhôa Cintra, 122 – Santo Antônio) 

Dia 20/07, a partir das 9h 

Acesso livre e gratuito 

O Atelier Coletivo é habitat criativo dos artistas Barbara Collier, Enoque dos Santos, Fernando Remidio, Karina Veloso, Matheus Tenessi e Xinga Xow. As visitas guiadas no sábado, 20 de julho, acontecerão das 9h às 17h. Visitas em outros dias/horários podem ser feitas sob agendamento diretamente com os artistas do Sétimo Atelier Coletivo, possibilitando ao público acompanhar e conhecer os processos criativos dos artistas, com trabalhos em produção no atelier, no período do Circuito Fenearte.

Rua da Aurora, 265, Boa Vista 

06/07 a 15/09 

Quarta a sexta, das 10h às 17h; Sábados e domingos, das 10h às 16h

Acesso livre e gratuito 

Confira a programação durante o Circuito Fenearte: 

Exposição de Oswaldo Gaia 

Térreo 

06/07 a 15/09 

No térreo do museu, os espectadores poderão adentrar o universo amazônico por meio das obras do artista paraense Oswaldo Gaia. Sua produção tem recorte orgânico, porém de rigor construtivista e grande teor simbólico. Suas criações encantam ao explorar de forma singular os elementos característicos da região. 

Exposição de Izidório Cavalcanti 

1º e 2º andar 

De 06/07 a 15/09 

Os visitantes do MAMAM terão a oportunidade de apreciar as obras do artista pernambucano. Com um escopo artístico diversificado, que abarca desde objetos a performances, Cavalcanti convida o público a refletir criticamente sobre o lugar da arte. 

Casa do Carnaval – Centro de Formação, Pesquisa e Memória Cultural (Pátio de São Pedro, casa 52 – São José) 

Quarta a domingo, das 10h às 16h  

Acesso livre e gratuito 

@_casadocarnaval

 A exposição São João de Contrastes se propõe como uma experiência visual instigante, na qual figurinos multicoloridos típicos das Quadrilhas são inseridos em um cenário monocromático de ambiente interiorano. Criado pelos artistas visuais Catarina Dee Jah e Lourenço Gouveia, o encontro de linguagens, saberes e contrastes visuais enaltecem as singularidades de cada expressão ao mesmo tempo em que celebram e valorizam os festejos juninos da cultura pernambucana. Concepção Bia Melo e Paulinho Mafe.

Pátio de São Pedro, casa 49 – São José  

Quarta a domingo, das 10h às 16h 

Acesso livre e gratuito 

Confira a programação durante o Circuito Fenearte: 

Exposição “Tapirurama: Gerações do Massapê” 

Permanente 

Um diálogo entre o acervo do MAP e as novas produções em cerâmica figurativa do município de Tracunhaém-PE. A mostra une, no espaço tempo, três gerações de artistas da cerâmica figurativa, evidenciando uma produção que se inicia no século XX e segue até os dias atuais. 

Oficina gratuita “Modelagem em Argila: Criaturas Imaginárias” 

20/07, a partir das 10h 

A oficina tem como objetivo valorizar a arte popular por meio do estímulo da criatividade e da expressão artística das crianças. Com o manuseio da argila e incentivando a criação de criaturas imaginárias que podem existir apenas na fantasia, ela promove o fortalecimento das habilidades motoras fina e a compreensão de técnicas artísticas, encorajando a imaginação e a autoexpressão das crianças, resultando em uma experiência enriquecedora e divertida.

Centro de Design do Recife (Pátio de São Pedro, casa 10 – São José) 

Até 30/08 

Quarta a domingo, das 10h às 16h  

Acesso livre e gratuito 

No período do Circuito Fenearte 2024 o espaço promove uma exposição que traz a cultura do grafitti. 

Av. Rui Barbosa, 969 – Graças 

Terça a sexta, das 09h às 17h; Sábados e domingos, das 14h às 17h 

Acesso livre e gratuito 

@museudoestadope 

Confira a programação durante o Circuito Fenearte: 

Exposição temporária “João Câmara 80 anos” 

Até 14/07 

Em comemoração aos seus 80 anos de vida e longa trajetória artística, a exposição com 85 obras do artista paraibano e radicado em Olinda é composta em sua maior parte por telas com pinturas digitais. 

Exposição de longa duração “Casarão e a Cidade: Usos e Costumes” 

Exposição de longa duração apresenta o palacete Estácio Coimbra com um acervo diversificado, ambientado no século XIX, com características da aristocracia pernambucana. 

Exposição de longa duração “Pernambuco Território e Patrimônio de um povo” 

Expõe o importante acervo que narra a trajetória histórica e cultural de Pernambuco. Curadoria de Renato Athias e Raul Lody. 

Espaço de Arte Suely Brasileiro (R. Joseph Thurton, 423 – Tamarineira) 

Até 26/07 

Nas terças, quintas e sábados, apenas com visitas agendadas previamente pelo e-mail com preenchimento do formulário de identificação 

Acesso livre e gratuito 

A mostra apresenta recortes do tempo que traz à tona elementos de caminhada pessoal e da trajetória profissional como arquiteta. A arte emergiu como uma necessidade da alma e por questionamentos entre a relação Homem I Natureza I Cosmo. O trabalho reflete um compromisso com o transcendente e o sagrado. Utiliza a argila, material primitivo, nobre e digno em diálogo com arquitetura de terra e o alfabeto arqueológico que é a terracota cerâmica. Peças decorativas multiuso, esculturas, painéis e ilustrações. 

Museu Murillo La Greca (Rua Leonardo Bezerra Cavalcanti, 366 – Parnamirim) 

Até 25/08 

Quarta a sexta, das 9h às 12h e das 14h às 17h; Sábados, das 10h às 17h

Acesso livre e gratuito 

Provocados pelo tema desta edição da Fenearte, o Museu Murillo La Greca mergulha na experiência sonora que está presente no dia a dia. Em uma exposição coletiva, traz diversas linguagens artísticas que dialogam com as possibilidades de sons e a presença – ou ausência – desse estímulo na cidade do Recife. A exposição tem a curadoria assinada pela equipe do Educativo e Acervo do museu, e contará com um espaço imersivo ao público, que provocará a seguinte pergunta: quanto de movimento cabe em um som?

Museu Murillo La Greca (Rua Leonardo Bezerra Cavalcanti, 366 – Parnamirim) 

Até 25/08 

Quarta a sexta, das 9h às 12h e das 14h às 17h; Sábados, das 10h às 17h

Acesso livre e gratuito 

@galeriaterrabrasilis 

Provocados pelo tema desta edição da Fenearte, o Museu Murillo La Greca mergulha na experiência sonora que está presente no dia a dia. Em uma exposição coletiva, traz diversas linguagens artísticas que dialogam com as possibilidades de sons e a presença – ou ausência – desse estímulo na cidade do Recife. A exposição tem a curadoria assinada pela equipe do Educativo e Acervo do museu, e contará com um espaço imersivo ao público, que provocará a seguinte pergunta: quanto de movimento cabe em um som? 

Av. Dezessete de Agosto, 2187 – Casa Forte 

03/07 a 14/03 

Terça a sexta-feira, das 9h às 16h30; quartas-feiras das 9h às 20h30; Sábados, domingos e feriados, das 13h às 16h30

Acesso gratuito ao público que informar que vem pelo Circuito Fenearte ou 24ª Fenearte na recepção do museu 

Confira a programação durante o Circuito Fenearte: 

Exposição de longa duração “Nordeste: territórios plurais, culturais e direitos coletivos” 

Inaugurada em 2008, explora a cultura nordestina e papéis antropológicos. Brasil global e periférico; Terra, trabalho e identidade; Povos indígenas do Nordeste; Açúcar: organização da economia e escravidão; Revoltas, revoluções e resistências; e Expansão e interiorização através do gado são as principais temáticas. 

Exposição fotográfica “A Cultura Marítima Pesqueira em Pernambuco” 

Galeria Waldemar Valente 

03/07 a 14/07 

A exposição aborda a pesca artesanal no Estado, no decorrer do século XX. Composta por coleções do acervo da Fundação Joaquim Nabuco, tem por objetivo desenvolver a criticidade e novas interpretações a respeito desse tipo de cultura. 

Exposição “Memórias: Enfrentamento ao Racismo” 

Galeria Massangana 

03/07 a 14/07 

A exposição é fruto de uma parceria entre o Ministério Público de Pernambuco, Universidade Federal de Pernambuco e Fundação Joaquim Nabuco, possibilita ao visitante uma imersão na trajetória institucional do Grupo de Trabalho de Combate à Discriminação Racial (GT Racismo).  

Mezanino da loja Novo Projeto (Av. Conselheiro Aguiar, 2088 – Boa Viagem) 

03/07 a 13/08 

Segunda a sexta, das 10h às 19h; Sábados, das 10h às 13h 

Acesso livre e gratuito 

A Novo Projeto e a Tintas Coral, em colaboração com um seleto grupo de designers criativos, têm o prazer de apresentar a exposição “Coral Sustentável – Uma Jornada Única de Sustentabilidade e Inovação”. Esta exposição exibe peças de design elaboradas por talentosos criadores de nossa região e tem como objetivo fomentar a conscientização sobre a sustentabilidade.

Rua Pe. Carapuceiro, 777 – Boa Viagem  

Segunda a sábado, das 9h às 22h; Domingos, das 12h às 21h 

Acesso livre e gratuito 

O Parque das Esculturas é um verdadeiro museu a céu aberto que fica na área externa do Shopping com mais de 30 peças de diferentes estilos e, em sua maioria, feitas por artistas pernambucanos, como Francisco Brennand, Abelardo da Hora, Corbiniano Lins, Marianne Peretti e tantos outros. 

Casa Criatura (Rua São Bento, 344 – Carmo, Olinda) 

27/07, das 14h às 18h 

Acesso livre e gratuito 

Já pensou que aquela garrafa plástica de refrigerante que vai parar na lixeira da sua casa pode beneficiar estudantes de uma escola pública do seu bairro? O espaço Casa Criatura promove um laboratório de design circular por meio de uma roda de conversas, em que busca debater sobre os problemas da poluição plástica para o meio ambiente e quais as melhores práticas na solução deste desafio.  

Rua Prudente de Morais, 313 – Carmo, Olinda 

Até 18/08 

Segunda a sexta, das 10h às 17h; Sábados e domingos, 10h às 16h

Acesso via ingressos 

Confira a programação durante o Circuito Fenearte: 

Exposição: Alceu Valença, uma geografia visceral nordestina 

Até 18/08 

Ingressos: R$ 20 (entrada inteira) e R$ 10 (meia), pela plataforma Sympla e bilheteria da casa 

Uma exposição para celebrar os mais de cinquenta anos da produção artística de Alceu Valença por meio do prisma geográfico. É pelo reconhecimento de um imaginário nordestino de paisagens, ritmos, expressões, lugares, frutas, bichos e tantos amores, que se reúnem os elementos que impregnam uma estética viva e contemporânea. 

Exposição Terezinha do Acordeon 

Início 19/07 

Acesso livre e gratuito 

Exposição em comemoração aos 60 de carreira de Terezinha do Acordeon, que tem uma carreira marcada por inúmeros prêmios e homenagens. Terezinha é não apenas uma artista de renome, mas também uma figura atuante na preservação e divulgação da cultura nordestina. Sua paixão pela sanfona vai além da música, é um legado de amor e dedicação. 

Programação de shows: 

Heberth Azul 

07/07 

Ingressos: R$ 80 (entrada inteira) e R$ 40 (meia), R$ 65 (social) pela plataforma Sympla e bilheteria da casa 

Heberth Azzul apresenta o show “No tom do Azzul”, uma viagem pela música brasileira com parcerias de ícones da MPB como Alceu Valença, Elba Ramalho e muitos outros. 

Madu  

13/07 

Ingressos: R$ 80 (entrada inteira) e R$ 40 (meia), R$ 65 (social) pela plataforma Sympla e bilheteria da casa 

Show sobre o recém-lançado EP, intitulado “MADU”, consolidando seu talento e paixão. 

Programação de cursos e oficinas: 

Curso de Roteiro com Hilton Lacerda 

08/07 a 12/07 

Ingressos: R$ 480 (inteira) e R$ 240 (meia para estudantes de cinema pela plataforma Sympla e bilheteria da casa 

Curso baseado na experiência prática de Hilton Lacerda como diretor e roteirista de filmes como Tatuagem, Amarelo Manga e Febre do Rato. 

Propriedade Santos Cosme e Damião (R. Diogo de Vasconcelos, s/n, Várzea) 

Consultas datas 

Terça a domingo, das 9h às 17h 

Ingressos: R$ 50 (entrada inteira) e R$ 25 (meia). Para moradores de Pernambuco: R$ 40 (entrada inteira) e R$ 20 (meia) 

Além das exposições, a Oficina dispõe de uma loja com peças utilitárias e decorativas da Cerâmica Brennand, desenvolvidas por mestres, oleiros e decoradores da Oficina, que preservam, com fidelidade, as técnicas, as cores e os desenhos criados por Francisco Brennand. Para o artista, a produção de objetos utilitários e decorativos era parte do seu trabalho autoral. A venda das peças é revertida para a manutenção do museu. 

Confira a programação durante o Circuito Fenearte: 

Exposição “Invenção dos Reinos” 

Accademia 

Até 15/12 

As obras de Francisco Brennand em diálogo com artistas convidados de várias partes do país, com foco no Nordeste (Abelardo da Hora, Abiniel J. Nascimento, Adailton de Dedé, AORUAURA, Bezinho Kambiwá, Bozó Bacamarte, Clara Moreira, Daiara Tukano, Diogum, Elson e Mestre Gerar, Fakhô Fulni-ô, Francisco Graciano, Fykyá Pankararu, Geraldo Dantas, Helcir Almeida, Ianah, Iara Campos e Íris Campos, Jaider Esbell, José Cláudio, Lidia Lisbôa, Luiz Marcelo, Nádia Taquary, Paulo Apodonepá, Rafaela Kennedy, Rayana Rayo, Reginaldo de Mestre Manoel Quebra Pedra, Thiago Costa, Tiganá Santana e Zé Crente). 

Exposição “CapiDançaBaribéNois” 

Espaço Estádio 

Até 27/07 

Com curadoria de Clarissa Diniz, o artista carioca Ernesto Neto apresenta uma escultura de crochê em chita e voile especialmente para a Oficina, com 47 metros de comprimento. Com participações de Libélula, Iputinga Sociocultural e Sula Patrício. Ao final da exposição, haverá um rito de encerramento com o artista Ernesto Neto e integrantes do Maracatu Real da Várzea. 

Exposição “Núcleo Saturno” 

Salões de Esculturas 

Com curadoria de Rita Vênus, a exposição reúne as obras de Francisco Brennand, sendo dedicada à genealogia desse deus pagão da mitologia grega antiga, tão presente na poética do artista que, por meio das narrativas clássicas do Ocidente, mirava o céu e as potências divinas para construir o seu universo cerâmico na Terra. Exposição de longa duração.

Lojas de Design Autoral para visitar

Praça de Casa Forte, 586, loja 2 – Casa Forte 

Segunda a sexta, 9h às 20h; sábados 9h às 18h 

Há quase 30 anos, a marca criada pela estilista Magna Coeli segue à risca os preceitos da qualidade de vida e da sustentabilidade. Nesta edição do Circuito Fenearte, a Refazenda destaca a parceria com comunidades produtivas de acessórios e adereços com design autoral: @nointerior.sb @quilombolasdesaolourencobr @gmulhermaravilha @onzejoias e o projeto Livre Contexto, em que a marca faz parceria com a Livraria da Praça, na qual elegem o texto de um grande autor para ser ilustrado por um grande artista visual e as artes são aplicadas em cangas e echapes.

Estrada do Encanamento, 323 – Casa Forte 

Segunda a sábado, das 11h às 14h e das 15h às 19h; domingos, das 14h às 20h 

Loja colaborativa da Feira Na Laje tem uma curadoria de produtos criativos de 40 pequenos produtores de Recife e João Pessoa nos segmentos de decoração, autocuidado, moda, armazém, papelaria, jardinagem e artes. Promove regularmente feira homônima em diferentes espaços urbanos e culturais da cidade. 

Gastronomia

Bairro do Recife: Moendo na Laje | Armazém Rio Branco | Bar do Mamulengo | Venda Bom Jesus | Café Casa Zero. 

Boa Vista: Padaria Imperatriz | Padaria Santa Cruz. 

Mercado da Boa Vista: box 02 – Bar do Vizinho | boxes 22/23 – Eddys Bar e Comedoria | Dun Ajeun | Tempero de Rosa (Hotel Central) | Celeste Café (na Livraria do Jardim) | Ôje. 

Pátio de São Pedro: São Pedro | O Buraquinho. 

Santo Amaro: Casa Capitão |  Vapor | Galo Padeiro | Orora Bar | Nirá | Altar Cozinha Ancestral. 

Zona Norte: Cá-Já | Retetéu Comida Honesta. 

Zona Sul: Bar do Cabo |Vieira | Rosbife da Vera | Chica Pitanga | Assucar | Tio Pepe | Seu Tito Praia.